Abertura de Empresa Contabilidade Rio de Janeiro Contador

Saiba como abrir uma ótica no Rio de Janeiro

Se você está indo atrás do seu sonho de como abrir uma ótica, mas não sabe o que deve fazer e nem por onde começar.

O ramo da saúde é um dos maiores do mercado, isso porque, todos os dias as pessoas se preocupam com seu bem estar, além de que os óculos são fundamentais e indispensáveis no cotidiano dos que precisam dele.

Com o aumento do uso dos celulares, tablets e computadores, o número de pessoas que passaram a usar óculos vem aumentando cada vez mais. Outro fator que tem aumentado o número na venda dos óculos, é pelo fato de terem se tornado algo da moda, onde muitas pessoas utilizam como acessório para complementar seu estilo. A demanda tem aumentado cada vez mais por esses dois fatores, e se você quer abrir sua ótica, esse é o momento certo.

Como abrir uma ótica: o primeiro passo

Uma dica valiosa e importante no momento em que se decide montar uma ótica, é definir qual tipo de ótica você vai abrir, dessa forma é mais fácil para dar os seguintes passos.

Há dois tipos de óticas que podem ser abertas: ótica básica e ótica plena.

Na ótica plena, o investimento é maior, pois exige uma maior infraestrutura e equipamentos, já que a ótica plena faz os serviços mais complexos. Esse tipo de ótica também é necessário avaliar de forma exata sobre o tipo de empresa que deverá ser, já que ela envolve um investimento e faturamento muito mais que as óticas básicas. Na ótica plena é possível:

  • Fabricar lentes ou terceirizar;
  • Execução de montagem de óculos corretivos ou solares;
  • Atendimento de exame optométrico pleno;
  • Adaptação e vendas de lentes de contato;
  • Vendas de armações.

Já na ótica básica, que tem seus serviços mais limitados, é possível:

  • Fabricação e vendas de lentes;
  • Execução ou montagens de óculos corretivos ou solares;
  • Vendas de armações.

Plano de negócio pronto ótica

Para começar, o primeiro passo após escolher qual tipo de ótica você vai abrir, é criar o seu planejamento, que acaba sendo o principal problema enfrentado pelos empreendedores de primeira viagem. Essa é uma questão muito ampla, que engloba quase todos os aspectos da empresa.

Todos os empreendedores precisam saber quem é o público-alvo e como atingi-lo. Este deve ser um dos primeiros objetivos de quem quer ser empresário. Portanto ao criar sua ótica, fique atento ao seu público, o local onde será localizado, quais serão seus fornecedores, quais profissionais necessários para trabalhar na sua ótica. Todas essas questões precisam ser analisadas no seu planejamento.

Vá em busca dos seus fornecedores

Os produtos vendidos nas óticas podem ser comprados através de fornecedores, e é muito importante que você coloque isso em seu planejamento para analisar qual é a melhor opção. Por se tratar de um produto voltado a saúde e bem estar dos clientes é essencial que esses fornecedores te entreguem produtos de qualidade.

Fique atento se o fornecedor tem uma boa reputação no mercado, garante um produto de qualidade e se preocupa com seus clientes. Também é fundamental verificar se a empresa possui licença para atuar.

Processo de abertura da empresa

gora que você já viu todas as informações a respeito de como abrir uma ótica, você precisa dar início a parte burocrática para emitir seu CNPJ para que sua ótica funcione dentro das regularidades exigidas! Neste processo, contar com o apoio de um contador é fundamental. Pois ele vai te auxiliar em todas as etapas, escolhendo a melhor tributação para que sua ótica pague menos impostos e ainda trabalhe dentro das leis exigidas.

Para o processo de abertura da ótica, o contador vai lhe ajudar a definir qual o tipo de empresa que você deverá abrir, podendo ser MEI, ME e EPP. Em seguida, é necessário definir a natureza jurídica da sua empresa, podendo ser EI, EIRELLI, SLU ou LTDA.

Após serem definidas essas duas questões, o contador vai escolher as atividades do CNAE que são exercidas pela sua ótica. O último passo que deve ser determinado é qual será o seu regime tributário, podendo ser Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Após você e seu contador definirem todas essas escolhas para sua ótica, é o momento de dar início a abertura que começa pela elaboração do contrato social, que define se sua ótica terá sócios ou não, assim como será definida quais atividades serão exercidas.

O próximo passo a ser feito será o registro na Junta Comercial, é a partir dele que sua presa passa a existir oficialmente. O registro deve ser feito antes de emitir o seu CNPJ.

Agora seu contador vai em busca de seu alvará de funcionamento, esse documento é o que permite que sua ótica comece a funcionar e possa abrir as portas ao público.

Precisando de uma assessoria contábil? Entre em contato agora mesmo com a Miragers Serviços ContábeisClique aqui e envie uma mensagem via whatsapp.

Somos um Escritório de Contabilidade no Rio de Janeiro, especialistas em diversos segmentos.

Siga nossas redes sociais:

Acesse nosso Facebook: @miragersoficial

Acesse nosso Instagram: @miragersoficial